📣 Novidade! Agora somos Pinhos Armazém Agrícola. Alguns artigos poderão ser reencaminhados para o novo website

Qual a melhor hora para regar as plantas?

A temperatura é o fator decisor principal para regar as plantas. Vamos ver o que ter em consideração para escolher a melhor hora para regar as plantas.
Qual a melhor hora para regar as plantas. Analisamos a melhor hora para regar o jardim.

ARTIGO CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

Na Casa

Artigo pela Equipa Na Casa | Website

«A tua casa merece». Esta pequena frase representa bem a nossa missão. O objetivo principal do Na Casa é dar-te o conhecimento necessário para cuidares da tua casa, para que esta se torne mais tua – mais pessoal, mais próxima de ti e mais fácil de gerir.

A importância da rega

Ao cultivar um jardim, horta ou simplesmente ao cuidar das plantas em vasos, regar as plantas é um dos cuidados mais importantes que devemos ter. Parte fundamental para um bom crescimento das plantas, a água joga um papel crucial na fotossíntese e transporte dos nutrientes.

Um dos elementos mais importantes na rega é a absorção da água pela planta. Diferentes plantas exigem diferentes quantidades, e no ato da rega, é importante conhecer as necessidades das plantas em questão. Para garantirmos uma absorção eficiente, a hora que escolhemos para regar as plantas é importante.

Qual a melhor hora do dia para regar as plantas?

A melhor hora para regar as plantas é ao amanhecer. Logo após o nascer sol, de manhã cedo. Isto deve-se ao facto da temperatura estar mais amena e o sol ainda não estar tão forte. Isto permite que a água seja absorvida com mais eficiência pelo solo (porque menos se evapora com o calor) e consequentemente pelas raízes das plantas. Para além disso, ao regar cedo no dia dá tempo às folhas para secarem durante o dia e assim reduzir o risco de bactérias e fungos que proliferam com a humidade nas folhas das plantas.

Sendo assim, qual a pior altura para regar as plantas?

As piores alturas do dia para regar as plantas são: nas horas de maior calor e durante a noite. Durante as horas de maior calor, a água irá evaporar-se rapidamente e não vai ser absorvida pelo solo tão eficazmente, levando menos água do que o necessário às raízes da planta. Da mesma forma, regar à noite também não é o ideal, pois o solo fica húmido mais tempo durante a noite, aumentando assim o risco de doenças nas plantas.

ARTIGO CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

Escolher a melhor hora para regar as plantas está diretamente ligado com a temperatura do clima.

Plantas em vasos podem exigir uma frequência de rega maior

As plantas em vasos tendem a secar com maior rapidez que as plantas no solo. Isto deve-se ao facto do substrato ser menos volumoso, levando assim a que a água seque mais rapidamente. Especialmente durante os períodos mais quentes do ano, estas plantas poderão precisar de uma rega mais frequente. 

Se a planta apresentar outros problemas, pode ser altura de mudar a planta de vaso.

Cada tipo de planta tem as suas próprias necessidades

Como vimos em cima, embora possamos analisar estas diretrizes gerais para uma rega bem feita, cada planta tem as suas necessidades. Existem tipos de plantas que pela sua natureza necessitam de uma rega mais húmida, levando assim a que até possa ser mais benéfico a regagem noturna. Com o tempo, irás conhecer as tuas plantas e saber exatamente quanta água precisam, e quando.

Prestar atenção é fundamental para manter a saúde das plantas

Para ajustares a frequência e quantidade da rega, conforme necessário, é indicado que vás monitorizando a planta e percebendo se ela apresenta sinais de falta ou excesso de água.

Observa a planta, percebe a cor do solo e a aparência em geral. As folhas parecem-te caídas? Apresentam uma consistência verde, ou têm manchas acastanhadas? Esta avaliação permite-te saber melhor o que a planta precisa.

Embora a rega matinal seja recomendada, existem outras aspetos fundamentais que deves ter em conta, tal como o clima e a drenagem do solo.

ARTIGO CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

A drenagem do solo é importante quando falamos sobre regar as plantas.

A drenagem do solo

O teu solo drena a água bem? Se sim, isto pode dar-te alguma flexibilidade na escolha do hora para a rega. Solos com boa drenagem permitem que o excesso de água escoe. Isto faz com que se evite o acumular de água que faz com que as raízes encharquem. Um solo com boa drenagem é uma vantagem.

Evita o sol forte

Quanto mais elevada a temperatura, mais evaporação da água de rega existe. Isto faz com que menos água do que necessária chegue às raízes das plantas, causando uma rega deficiente e um desperdício de água grande. Não só falha então a hidratação das plantas, como também acrescem os custos da água no orçamento familiar e torna todo o processo menos sustentável.

Gerir a quantidade de água usada na rega é uma boa prática, para baixar os custos e dar às plantas tudo o que elas precisam. A rega gota-a-gota permite uma boa gestão de água, por exemplo.

Preciso regar as plantas mesmo que chova?

A resposta é sim. Nem sempre chove o suficiente para que a água se infiltre e chegue às raízes. Aliás, regar depois da chuva até pode ser recomendado. Isto porque com a água da chuva o solo está mais mole, permitindo uma melhor absorção da água da rega. Avalia quanto choveu e decide se realmente as plantas ficaram com água suficiente pela chuva. A maior parte das vezes não ficam, e por isso é necessário regar as plantas na mesma.

ARTIGO CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

Rega a base e não as folhas da planta

Embora possa ser tentador humedecer a planta, deves regar a base da planta e não as folhas. As folhas húmidas tornam-se mais propícias ao desenvolvimento de fungos. A absorção da água para a planta dá-se através das raízes e é onde ela é mais necessária. No entanto, não precisas de ter o solo húmido a toda a hora.

Com que frequência devo regar as plantas?

Tudo depende da planta em si, mas a regra geral é que deves regar com maior frequência quando o tempo estiver muito seco, e menor quando estiver mais húmido. Também deves ter em conta que todas as plantas são diferentes. As plantas em vasos em sítios quentes vão precisar de uma rega mais frequente que, por exemplo, uma planta exterior já bem desenvolvida e num sítio mais fresco.

Como vimos, a altura do dia em que regamos as plantas é realmente importante. Para além da hora em que regamos, temos que ter em conta todos os outros fatores analisados e que influenciam se a planta está a receber tanta água quanto devia. Isto vai afetar diretamente a saúde da planta e, por consequência, o seu desenvolvimento/crescimento.

Este artigo foi útil?
SimNão

ANÚNCIOS

Últimos artigos

Partilha este artigo

📧 Subscreve a nossa newsletter

Uma gestão doméstica mais fácil com estas dicas gratuitas na tua caixa de e-mail. Sem spam!

ANÚNCIOS

Categorias:

Mais artigos

ANÚNCIOS