📣 Novidade! Agora somos Pinhos Armazém Agrícola. Alguns artigos poderão ser reencaminhados para o novo website

Prevenção de incêndios em casa: o que saber

Que medidas tomar para reduzir o risco de incêndio em casa? Apostar na prevenção de incêndio é reduzir os riscos de fogo em casa e aumentar a segurança doméstica. Vê aqui as nossas dicas!
Como prevenir incêndios em casa. Que medidas tomar para reduzir o risco de incêndio em casa.

ARTIGO CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

António Pinho. António Ribeiro Pinho.

António Pinho

Na Casa | Website

Designer apaixonado pelo marketing digital. Copywriter aqui pelo Na Casa. O meu contributo passa pela criação de artigos nas várias categorias. O estudo rigoroso dos tópicos permite-me partilhar informação fidedigna nos artigos, sempre pronto a aprender mais.

Um fogo pode acontecer em qualquer lugar e é importante que estejas preparado para reagires corretamente caso um aconteça em tua casa.

Da mesma forma, podemos dizer que 95% do trabalho mais importante é de prevenção. Assim, é tão ou mais importante saberes o que fazer para prevenir um fogo de acontecer, tal como é a resposta que deves dar quando um acontece.

A segurança da tua casa é muito importante para a manteres um abrigo protegido para os que mais amas, sejam pessoas ou animais de estimação. No que toca à segurança da tua casa em geral, sabemos que existem várias formas de manter a casa segura. Hoje, olhamos em específico para a prevenção de incêndios em casa. Vamos ver alguns primeiros passos e depois algumas medidas simples que reduzem o risco de incêndio em casa.

Os primeiros passos são as medidas mais evidentes de prevenção de incêndio:

  • Instalar e fazer a manutenção correta de alarmes de fumo;
  • Possuir extintores domésticos funcionais e dentro do prazo de validade devido;
  • Ter um plano de escape/rota de fuga definidos;
  • Ter os bens mais importantes guardados em cofres à prova de fogo, sejam eles joais, dinheiro, documentos, etc.

Para além destes passos, existem outras medidas simples que podes implementar na segurança da tua casa para reduzir as chances de um fogo acontecer. Vejamos uma lista destas medidas, para depois podermos analisar ponto a ponto cada item da lista, em detalhe:

  • Desliga a ficha de equipamentos elétricos que não estejas a usar;
  • Certifica-te que os equipamentos elétricos estão ligados a uma ficha com protetor contra sobretensão/sobrecarga elétrica;
  • Presta sempre atenção a uma chama viva na casa;
  • Mantém os objetos inflamáveis longe do calor;
  • Não fumes dentro de casa;
  • Apaga a lareira;
  • Mantém a casa arrumada e com o mínimo de objetos possíveis;
  • Remove a sujidade acumulada dos filtros de equipamentos e eletrodomésticos;
  • Desliga aquecedores e outros equipamentos que geram calor quando sais de casa;
  • Faz uma boa manutenção da infraestrutura elétrica da tua casa;
  • Mantém o teu jardim limpo.

Vejamos agora um a um os itens desta lista de medidas preventivas de fogo na casa, para que possas compreender esta medidas de prevenção de incêndio com um maior grau de profunidade, permitindo-te assim uma implementação correta, implementação esta que causará uma maior redução do risco de incêndio em casa.

ARTIGO CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

Desligas os equipamentos das tomadas. Quando não estiveres a usar o equipamento, desliga a tomada para cortar a corrente elétrica do mesmo.
Imagem de Gerd Altmann por Pixabay

Desliga a ficha de equipamentos elétricos que não estejas a usar

Eletricidade a correr pelos equipamentos em casa representa sempre um aumento do risco de incêndio. Coisas como TVs, computadores, sistemas de entretenimento (como consolas) e outros equipamentos semelhantes, continuam a usar eletricidade mesmo quando não estão ligados. Se os deixares ligados à corrente, isto vai sempre representar um maior risco de incêndio pois os equipamentos ficam vulneráveis a sobretensões ou simplesmente sobreaquecimento, o que pode causar um incêndio na tua casa.

Ao desligares estes equipamentos quando não os estás a usar, e consequentemente, não lhes estás a prestar atenção, reduzes as chances de incêndio em tua casa.

Certifica-te que os equipamentos elétricos estão ligados a uma ficha com protetor contra sobretensão/sobrecarga elétrica

Tenta, no mínimo, que os teus equipamentos elétricos mais usados estejam ligados à corrente usando um protetor de sobretensão. Com este protetor, não tens que te preocupar com um excesso de eletricidade ser introduzido na corrente do equipamento, aumentando as chances de causar um fogo. O protetor de sobretensão (ou sobrecarga elétrica) vai prevenir esse excesso de eletricidade de entrar no equipamento, reduzindo o risco de incêndio ou diminuindo a intensidade de um incêndio caso ele aconteça mesmo assim.

ARTIGO CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

Presta sempre atenção a uma chama viva na casa. Nunca deixes uma chama viva sozinha, pois pode começar um fogo e não conseguirás reagir a tempo.
Imagem de Steven por Pixabay

Presta sempre atenção a uma chama viva na casa

Se estiveres a cozinhar, se tiveres velas acessas ou se estiveres a usar qualquer outro tipo de equipamento com chama/excesso de calor, certifica-te que a tua atenção está sempre neles, durante o seu uso.

Ao cozinhar, tenta não abandonar o fogão ou forno. Se estiveres a usar a lareira, tenta sempre estar por perto e vai-te certificando que o fogo está estável e controlado. Lembra-te, presta sempre atenção.

Ao prestares atenção vais conseguir perceber rapidamente se algo não estiver bem e dar uma resposta com rapidez. Esta resposta rápida previne a expansão de um fogo, caso ele aconteça. Também é aconselhável manteres os extintores e alarmes próximos das zonas onde tens equipamentos com chama ou produção de calor, para que lhes consigas chegar rapidamente.

Mantém os objetos inflamáveis longe do calor

Mantém materiais inflamáveis, como papel, tecidos e até mesmo cabelos longe de chamas ou calor excessivo. Mantém sempre o teu cabelo e roupas afastados das fontes de calor, como a lareira. Com especial cuidado ao acendê-la e apagá-la. O papel deve estar sempre longe de uma vela acessa, por exemplo, bem como da lareira.

ARTIGO CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

Não fumes dentro de casa pois um cigarro mal apagado pode começar um fogo se em contacto com material orgânico dentro da casa.
Imagem de Ralf Kunze por Pixabay

Não fumes dentro de casa

Caso fumes, é importante que fumes apenas em zonas bem ventiladas e que apagues o cigarro na totalidade antes de deitares fora a beata. Os cigarros possuem uma variedade de aditivos e materiais dentro deles que continuam a arder mesmo quando os deitas fora (se não estiverem bem apagados).

A chama pode começar um fogo dentro do lixo, ou noutro local, quando está em contacto com material orgânico próximo do local onde colocas as beatas. Mesmo que fumes no espaço exterior da casa, certifica-te que o cinzeiro está limpo e que o cigarro fica bem apagado, para reduzir o risco de incêndio na casa.

Apaga a lareira

Caso tenhas uma lareira acessa, é muito importante que prestes atenção à mesma enquanto ela está ligada. Certifica-te de que apagas o fogo antes de saires de casa. Evita apagar e sair imediatamente. Apaga a lareira com tempo e calma, de forma a perceberes se a lareira fica mesmo bem apagada, e de que o fogo não vai surgir novamente passado um pouco (o que pode acontecer caso não fique bem apagada e a lareira ainda contenha material orgânico suficiente).

Mantém a casa organizada e sem sujidade.

Mantém a casa arrumada e com o mínimo de objetos possíveis

Objetos espalhados pela casa são combustível em caso de fogo. Ter a casa desarrumada é o pior cenário possível em caso de incêndio, pois faz com que o mesmo se espalhe muito mais rapidamente. Ao manteres a casa limpa e organizada, reduzes as chances de tanto um fogo acontecer como de se espalhar com uma velocidade incontrolável. 

Remove a sujidade acumulada dos filtros de equipamentos e eletrodomésticos

Ares condicionados e outros equipamentos precisam de filtros para funcionar. Estes filtros acumulam poeira e sujidade que podem ser a causa de ignição de um fogo. Sabemos que é precisa uma limpeza regular de todos os eletrodomésticos na casa. Neste caso em particular, quando falamos de fogo, uma das partes mais importantes é a limpeza dos filtros dos equipamentos e eletrodomésticos que os possuem.

ARTIGO CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

Desliga o aquecedor e outros equipamentos que produzam calor

Desliga aquecedores e outros equipamentos que geram calor quando sais de casa

A tua máquina de secar usa muito calor, e até mesmo a tua máquina de lavar loiça usa bastante. O mesmo acontece, obviamente, com aquecedores e cobertores elétricos. Todos estes são equipamentos/eletrodomésticos que não queres que estejam ligados/em funcionamento quando não estás em casa. São itens que podem pegar fogo com facilidade e causar um incêndio quando não está em casa para o detetar, ficando dependente apenas dos alarmes de fumo.

Quando estás em casa e a prestar atenção, é possível que consigas parar um incêndio antes que ele ganhe proporções preocupantes. Mas quando não estás (ou quando estás a dormir) tens que tentar ao máximo reduzir o risco de incêndio e essa redução vem, em parte, de não operar equipamentos que geram muito calor quando não estás atento ou disponível.

Faz uma boa manutenção da infraestrutura elétrica da tua casa

Isto não significa andar a mexer nos fios de eletricidade! E muito menos se não és um eletricista profissional. Neste ponto da manutenção, precisas sempre de manutenção profissional. No que toca ao que tu podes fazer, é estares atento a tomadas e verificares se estão a funcionar corretamente. Caso alguma tomada deixe de funcionar, isto pode ser sintoma de um problema mais fundo e aí procuras ajuda profissional. O importante é agir a tempo e garantir que os sistemas elétricos de tua casa estão sempre em conformidade com as melhores práticas de segurança e bom funcionamento.

ARTIGO CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

Manter o jardim de casa limpo significa eliminar material inflamável que pode fazer com que um incêndio se espalhe
Imagem de Barry D por Pixabay

Mantém o teu jardim limpo

Por último, olhamos para a parte exterior da casa. A quantidade de sujidade e acumulação de matéria orgânica no teu jardim também merecem atenção, no que toca à prevenção de incêndio em casa. Coisas como lenha, folhas, e outros itens inflamáveis podem causar um fogo, em contacto com cinza e faíscas.

Não tenhas estes itens perto de casa, porque facilmente espalham um fogo ao resto da casa. Portanto, mantém este material combustível a um mínimo, e quando possível, longe da casa.

Prevenção de incêndio em ambiente doméstico: uma responsabilidade e um dever

Devemos à nossa família e à nossa comunidade imediata uma responsabilidade de reduzir os riscos de incêndio na nossa casa. Todas estas medidas são simples e uma boa “higiene” na segurança doméstica permite-nos criar ambientes mais seguros e responsáveis.

Claro que acidentes acontecem. Podemos tomar todas as medidas e ainda assim estar sujeitos a um sinistro. No entanto, devemos dar o nosso melhor na prevenção, com certezas que pequenos gestos podem fazer uma grande diferença.

Este artigo foi útil?
SimNão

ANÚNCIOS

Últimos artigos

Partilha este artigo

📧 Subscreve a nossa newsletter

Uma gestão doméstica mais fácil com estas dicas gratuitas na tua caixa de e-mail. Sem spam!

ANÚNCIOS

Categorias:

Mais artigos

ANÚNCIOS