📣 Novidade! Agora somos Pinhos Armazém Agrícola. Alguns artigos poderão ser reencaminhados para o novo website

Quando devo trocar de esponja?

Por norma, a esponja deve ser trocada de duas em duas, ou de quarto em quatro semanas. Se ela apresentar sinais claros de uso, desgaste ou cheiros intensos, está na hora de mudar.
Quando devo trocar a esponja da cozinha

ARTIGO CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

Na Casa

Artigo pela Equipa Na Casa | Website

«A tua casa merece». Esta pequena frase representa bem a nossa missão. O objetivo principal do Na Casa é dar-te o conhecimento necessário para cuidares da tua casa, para que esta se torne mais tua – mais pessoal, mais próxima de ti e mais fácil de gerir.

Tal como em outros equipamentos, aparelhos e utensílios, a necessidade de os substituir está pendente da frequência de uso dos mesmos.
A esponja não é diferente. Em média, tal como mencionamos em cima, é recomendável, se existir um uso diário, que a esponja da cozinha seja trocada de duas em duas semanas. Isto significa que um pack de duas te durará cerca de um mês.
Se a frequência de uso for mais baixa, ou então se uso diário seja breve e pouco intenso (apenas gordura residual e poucos pratos) poderás ponderar trocar apenas uma vez por mês.

Claro que tudo isto está também pendente da maneira como cuidas da esponja. Se sentires que a esponja está com odores fortes, e que se está a desfazer, deves trocá-la seja qual for o tempo que tenha passado desde que a começaste a usar.

No que toca à limpeza doméstica, somos apologistas de que, na dúvida, o melhor é trocar.
Embora não seja o item mais sustentável, o seu impacto pode ser reduzido e o preço destas esponjas não é elevado.
Assim, garantes sempre uma higiene máxima no que toca a lavar a loiça à mão, e isso será sempre prioritário.

Portanto, caso não tenhas a certeza se deves ou não trocar, troca.

Está na altura de trocar de esponja?

A remoção de manchas na lavagem de pratos ou limpeza de sujidade é, em princípio, relativamente fácil.
Se começares a reparar que as manchas não saem bem, ou demoram imenso tempo a sair, está na hora de trocar de esponja.

A esponja cheira mal?

Da higiene dos talheres ao cheiro que deixa na cozinha, uma esponja com um odor forte pode significar mofo ou bolor.
O cheiro é, por norma, mais fácil de identificar do que as manchas. A própria esponja em si poderá ter um aspeto “novo” mas o cheiro irá revelar se a esponja está, de facto, utilizável ou não.
Qualquer objeto que se mantém molhado durante longos períodos de tempo pode desenvolver mofo ou bolor, e a esponja não é exceção.

Quanto tempo tem a esponja?

Se não te recordas quanto tempo tem a esponja, o mais provável é que seja altura de a trocar.
Por isso, adiciona à tua lista de compras uma esponja. Ou melhor, duas! Podes comprar em packs, e assim evitas comprar tantas vezes.
Mantém uma ou duas esponjas guardadas na tua despensa organizada e quando chega à altura de a trocar, consegues fazê-lo rapidamente. Assim garantes também que não estás a usar uma esponja suja até ires ao supermercado novamente.

A esponja está a desfazer-se?

Não há grande problema com uma esponja gasta a não ser o facto de ser muito menos eficiente.
Dependendo do tipo de produto de limpeza que usas para limpar, a maneira como usas a esponja, e onde usas a esponja, pode fazer com que esta fique gasta, mesmo antes de ganhar bolor ou mofo – ou apresentar outro sinal de desgaste.
Se a tua esponja estiver muito gasta, é recomendável trocar, mesmo que não apresente nenhum odor forte ou manchas.

A frequência de troca de esponja de cozinha depende do tipo e frequência de uso da esponja.

Dicas para a tua esponja durar mais tempo

Não deixes a tua esponja no fundo da banca, nem guardada num sítio fechado. Mantém a esponja numa zona bem ventilada. Assim, prevines a formação de bolor e mofo. O bolor e o mofo podem aparecer mesmo se usares a esponja poucas vezes, e não a secares devidamente. Qualquer material na tua casa que esteja exposto a elevados níveis de água/humidade pode ganhar bolor e mofo se não tiver acesso ao ar para ventilar. No caso da esponja, o truque é fazer com que ela seque mais rápido.

Deves também evitar usar a mesma esponja para tudo. No caso de gordura persistente, ou outra sujidade difícil de remover, tenta usar uma esponja mais dura, mais resistente. Se usares uma esponja mais suave, corres o risco de gastares rapidamente, pois terás que passar mais vezes para tirar a gordura/sujidade. Portanto, é importante usar a esponja certa para cada tipo de trabalho/limpeza.

Este artigo foi útil?
SimNão

ANÚNCIOS

Últimos artigos

Partilha este artigo

📧 Subscreve a nossa newsletter

Uma gestão doméstica mais fácil com estas dicas gratuitas na tua caixa de e-mail. Sem spam!

ANÚNCIOS

Categorias:

Mais artigos

ANÚNCIOS