Casa mais sustentável: 7 dicas simples

Pequenos hábitos que podes mudar e fazer a diferença para o planeta. Há diferentes formas ser amigo do ambiente em casa. Existem transformações a longo prazo e outras que podes adoptar no dia-a-dia.
Duas mulheres criam uma horta biológica na sua casa sustentável

ARTIGO CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

Na Casa

Artigo pela Equipa Na Casa | Website

«A tua casa merece». Esta pequena frase representa bem a nossa missão. O objetivo principal do Na Casa é dar-te o conhecimento necessário para cuidares da tua casa, para que esta se torne mais tua – mais pessoal, mais próxima de ti e mais fácil de gerir.

Ter uma casa mais sustentável não é complicado. Os pequenos hábitos fazem uma grande diferença quando falamos de criar um lar mais sustentável. Estas dicas vão certamente ajudar-te a ter uma casa mais amiga do ambiente e poupar algum dinheiro no final do mês, pois vais conseguir reduzir o consumo de produtos e energia, entre outros aspetos importantes.

Damos-te 7 dicas simples para tornares a tua casa mais sustentável. Vamos ver!

1 – A famosa reciclagem

Em primeiro lugar, não é mito. Separar o lixo faz a diferença no planeta. Para além da reciclagem diminuir a quantidade de resíduos a ser tratados e eliminados, também contribui para a redução de utilização de matérias-primas para a produção de novos bens. Portanto, a reciclagem é uma tarefa que deve ser obrigatória em casa. Mas deves saber separar o lixo da forma correta.

2 – Reduz o consumo de produtos

O consumismo é um verdadeiro problema para o meio ambiente. Mas há formas de evitares ou, pelo menos, diminuir o teu consumismo. Por exemplo, fazer listas de supermercado para evitar comprar o desnecessário, aproveitar sobras e ter uma horta biológica são algumas das melhores dicas. O consumismo também se reflete na quantidade de produtos que tens em casa. Se te focares em apenas comprares o que realmente necessitas, livras a tua casa de tralha, o que também é excelente para a organização.

ARTIGO CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

3 – Reduz o consumo energético

O consumo excessivo de eletricidade é um problema. Em primeiro lugar, na tua casa podes ajudar com a utilização de lâmpadas LED mais eficientes. Podes também aproveitar a luz natural, sempre que possível. Abre as persianas e deixar entrar a claridade. Por fim, evita o uso excessivo de aparelhos elétricos. Sempre que não são necessários, desliga da tomada. Toma atenção para desligares a luz sempre que sais de uma divisão. Esta atenção é benéfica não só para a redução do consumo energético, favorável ao ambiente, como também favorável à carteira.

Cesto de reciclagem amigo do ambiente, próximo de uma banca na cozinha
Procura encontrar recipientes que te auxiliem na separação do lixo, conforme o ecoponto onde o vais pôr.

4 – Evitar produtos de limpeza químicos

Escolhe produtos com selo verde e amigos do ambiente. De uma forma geral, os produtos de limpeza químicos não só são agressivos para a tua saúde como para o planeta. Muitas vezes, a base desses produtos são recursos não renováveis como petróleo. Assim, estamos a esgotar o meio ambiente desnecessariamente. Além disso, já existem diversas alternativas ecológicas para a limpeza da tua casa e para a tua higiene pessoal, como os sabonetes naturais. Visita a categoria de ingredientes de limpeza aqui no Na Casa, para aprenderes tudo sobre ingredientes naturais e como os usar na limpeza doméstica.

5 – Nunca é demais relembrar: poupar água

Aqui, é preciso dizer mais alguma coisa? Em suma, pôr em prática tudo o que aprendeste na escola primária. Fecha a água a ensaboar as mãos e a lavar os dentes. Reutiliza a primeira água fria do chuveiro para regares as plantas. Dicas tão simples que fazem tanta diferença, no ambiente e na carteira.

ARTIGO CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

6 – Óleos no oleão

Terrível para os canos e para o meio ambiente. Se conseguirem passar – a maioria solidifica ou fica agarrada aos canos -, os óleos e azeites contaminam os esgotos e a grande parte das águas residuais. Por isso, nunca despejes óleo ou azeite pelo ralo da tua banca. Como alternativa, os óleos alimentares usados devem ser encaminhados para um oleão. Encontra o oleão mais perto de ti no site EcoMovimento.

7 – Escolhe produtos com opção de recarga

Acima de tudo, poupas dinheiro e ajudas o planeta. Nas mercearias mais tradicionais, mas também nos grandes supermercados, já podes optar pelas compras a granel. Caso contrário, podes escolher produtos vendidos numa primeira embalagem mais resistente e as recargas em invólucros amigos do ambiente.

Cada vez mais, temos opções ecológicas e sustentáveis. Logo, solução está em colocá-las em prática e deixar de pensar que não farão a diferença.

Uma casa mais sustentável aposta em materiais renovávei e janelas eficientes.
Imagem de Rudy and Peter Skitterians por Pixabay

Tornar a casa mais sustentável: construção ou renovação

Construir uma casa mais sustentável é contribuir para a melhoria do ambiente. No entanto, não se resume a isso. O design ecológico de uma casa pode reduzir o custo de manutenção da habitação, poupando energia, água e manutenção de sistemas e aparelhos.

Desde a orientação da casa até aos materiais de construção e à energia solar, há muito a considerar quando se trata de construir uma casa sustentável.

O que é uma casa sustentável?

Uma casa sustentável é projetada de forma a respeitar os recursos naturais, otimizando o uso de energia e água, e inclui sistemas de alta qualidade que garantem durabilidade. Utiliza materiais de alto desempenho com baixo impacto ambiental, que são eficientes na fabricação, transporte e instalação.

Nas fases iniciais do planeamento de uma nova construção, as características como localização, tamanho e orientação devem ser analisadas com atenção. Por exemplo, um design mais sustentável aproveitará a luz natural e a circulação de ar para aquecer e arrefecer a casa de forma natural. Essa consideração trará benefícios a longo prazo tanto para a habitação quanto para o ambiente, reduzindo o consumo de energia dos sistemas de arrefecimento e aquecimento, como ar condicionado e aquecedor.

O mesmo se aplica ao tamanho e layout da casa. Casas mais pequenas são notavelmente mais eficientes, requerem menos materiais de construção e consomem menos energia. Pequenas casas podem, no entanto, não ser a melhor opção para todos, mas ao construir uma casa sustentável, é importante respeitar os recursos disponíveis e pensar sobre quanto espaço é realmente necessário para viver confortavelmente, sem excessos.

Os benefícios de construir uma casa sustentável são contínuos e valiosos se o teu objetivo é reduzir o desperdício e melhorar o teu consumo de energia e água. Além disso, projetar e construir com uma mentalidade de longo prazo ajudará a aumentar significativamente a vida útil da tua casa. Materiais duráveis de qualidade e características de design sustentável irão garantir que a tua casa sustentável seja construída para o futuro.

Como incorporar o design sustentável numa casa
Imagem de Maria Maltseva por Pixabay

Como incorporar o design sustentável numa casa?

Mais do que apenas uma tendência, o design sustentável é, em muitas formas, o futuro da construção a nível global.

O design, materiais de construção e métodos sustentáveis desempenham um papel crucial na eficiência geral da tua casa; no entanto, há outros elementos a considerar ao planear os detalhes.

Design passivo

O design passivo tem em consideração o ambiente existente para criar espaços mais eficientes. Usa a orientação para aproveitar a luz natural e manter uma temperatura confortável na tua casa.

Janelas de alto desempenho

As janelas são responsáveis por mais de 50% da perda de energia nas casas. Ao construir uma casa sustentável, considera novas tecnologias, como vidros duplos, revestimentos especiais e molduras não condutoras. Também podes adaptar a escolha de janelas ao clima em que vives. Janelas com baixo ganho solar e vidros duplos são ótimas para climas mais quentes, enquanto molduras isoladas, vidros triplos e designs que eliminam correntes de ar são ideais para climas mais frios.

Eletrodomésticos eficientes em energia

Pensa a longo prazo ao mobilar a tua nova casa sustentável. Eletrodomésticos com classificações de energia elevadas podem ser mais caros na loja, no entanto, acabam por economizar muito dinheiro a longo prazo. Presta atenção especial aos eletrodomésticos da cozinha, da lavandaria e ao aquecimento.

Sistema de irrigação gota-a-gota

Não é surpresa que as casas ecológicas estejam rodeadas por mais espaços verdes. No entanto, a manutenção dos espaços verdes também pode ser custosa para o ambiente. Aproveita os benefícios de um belo jardim ao integrar um sistema de rega gota-a-gota, que utiliza a gravidade para fornecer água às plantas através das raízes.

Pinturas ecológicas e à base de água

Ao pintar a tua casa, opta por uma tinta com baixas emissões de compostos orgânicos voláteis (VOC). Estas tintas são melhores para a tua casa e para o ambiente. As tintas ecológicas são menos tóxicos ao fabricar e melhoram a qualidade do ar interior da sua casa.

Soluções de energia renovável

Conversa com o teu fornecedor de energia sobre soluções de energia renovável que eles tenham disponíveis. Painéis solares no telhado são essenciais e podem ter enormes benefícios para a tua casa e estilo de vida. A tua casa já pode operar parcialmente com energia limpa e renovável, o que é positivo para o planeta e para a tua conta de eletricidade ao final do mês.

Reciclar e reutilizar resíduos de construção

Recicla sempre que possível durante a construção e considera que esses materiais de construção podem ser salvos e usados no futuro. Também podes vender materiais de construção que tenham um valor residual, em vez de os enviar diretamente para aterros sanitários. O isolamento é uma das partes onde podes explorar alternativas de materiais sustentáveis para isolamento da tua casa.

Este artigo foi útil?
SimNão

ANÚNCIOS

Últimos artigos

Partilha este artigo

📧 Subscreve a nossa newsletter

Uma gestão doméstica mais fácil com estas dicas gratuitas na tua caixa de e-mail. Sem spam!

ANÚNCIOS

Categorias:

Mais artigos

ANÚNCIOS